O presidente Jair Bolsonaro fala após cerimônia em comemoração ao Dia da Vitória e Imposição da Medalha da Vitória no Monumento Nacional aos Mortos da Segunda Guerra Mundial, no Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro.

Ouça essa matéria na integra

O Presidente Jair Bolsonaro voltou a falar em cocô nesta segunda-feira (12). “O cara vai lá, se encontrar –já que está na moda– um cocozinho petrificado de um índio, já era”.  A declaração foi dada em uma cerimônia de liberação de um trecho de 47 quilômetros de duplicação da BR-116 na cidade de Pelotas, no interior do Rio Grande do Sul.

“Há anos um terminal de contêiner no Paraná, se não me engano, não sai do papel porque precisa agora também de um laudo ambiental da Funai. O cara vai lá, se encontrar –já que está na moda– um cocozinho petrificado de um índio, já era. Não pode fazer mais nada ali. Tem que acabar com isso no Brasil.”

O presidente estava falando sobre o que considera dificuldades para obter o licenciamento de obras importantes.

Bolsonaro também comentou sobre sugestão de alternar os dias de fazer cocô para preservar o ambiente. Ele disse que foi resposta a uma “pergunta idiota de um jornalista”. “Respondi que é só você cagar menos que com certeza a questão ambiental vai ser resolvida.”