O governo federal liberou a verba para assinatura de seis contratos para manutenção da Cinemateca após assumir o controle do órgão na última sexta-feira (7). Ao todo, o valor dos reparos deve ficar em torno de 2,8 milhões de reais.

A Cinemateca, que fica em São Paulo (SP), é o órgão responsável pela preservação da produção audiovisual no Brasil. Criado em 1940, o órgão tem atividades de divulgação e restauração de seu acervo. No total, são 250 rolos de filmes e mais de 1 milhão de documentos sob os cuidados da entidade.

Entre os contratos firmados pelo governo estão previstas a contratação de empresas para cuidar da climatização e refrigeração do acervo, de combate a incêndios e proteção do patrimônio, controle de pragas urbanas, prestação de serviço de vigilância e abastecimento de água e energia elétrica.

Com a medida, o governo deve manter a sede da Cinemateca na capital paulista. A União ainda trava uma disputa com a Fundação Roquette Pinto em torno da administração da Cinemateca.

Com o controle passando para mãos federais, a atriz Regina Duarte pode assumir o cargo, se depender do que garantiu o secretário de Cultura do governo federal, Mário Frias, no último mês.