A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Regional, reconheceu nesta segunda-feira (14) a situação de emergência em Mato Grosso do Sul em razão dos incêndios florestais que atingem o Pantanal no estado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De acordo com o Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais do Ibama, em 2020, a estimativa é que área queimada chegue a 1,45 milhão de hectares. A situação de emergência já havia sido decretada pelo próprio governo estadual nesta segunda. O reconhecimento pelo governo federal, no entanto, permite a aprovação de planos de trabalho e a liberação de recursos federais.

O governo ainda não tinha anunciado o valor do repasse que deverá ser feito ao governo do Mato Grosso do Sul.

O secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Alexandre Lucas Alves, está em Campo Grande (MS) desde domingo (13) e participou da assinatura do decreto estadual.