Foto: Reuters

Ouça essa matéria na integra

O Governo do Estado de Minas Gerais decretou situação de emergência em 47 cidades do estado por causa dos estragos causados pela chuva.  Segundo a Defesa Civil do Estado, 30 pessoas morreram, sete ficaram feridas e 17 seguem desaparecidas. além disso, há 2.620 pessoas desalojadas e 911 desabrigadas.

A informação foi confirmada em edição extra do Diário Oficial do estado, publicada neste domingo (27). Conforme publicação, intensas precipitações pluviométricas causaram múltiplos desastres, como inundações, movimentos de massa, enxurradas e alagamentos.

Estado também declarou luto oficial de três dias, a partir deste domingo, pelas vítimas dos recentes desastres naturais que deixou pelo menos 30 mortos.

As cidades são Abre Campo, Alto Caparaó, Alto Jequitibá, Belo Horizonte, Betim, Brumadinho, Caeté, Caparaó, Carangola, Cataguases, Congonhas, Contagem, Divino, Dores, do Turvo, Ervália, Espera Feliz, Guidoval, Ibiaí, Ibirité, Luisburgo, Manhuaçu, Mariana, Mateus Leme, Matipó, Monjolos, Muriaé, Nova Lima, Orizânia, Patrocínio de Muriaé, Pedra Bonita, Raposos, Raul Soares, Ribeirão das Neves, Rio Acima, Sabará, Santa Bárbara, Santa Luzia, Santa Margarida, São Gonçalo do Sapucaí, Sarzedo, Senador Firmino, Simonésia, Taquaraçu de Minas, Teófilo Otoni, Tocantins, Ubá e Visconde do Rio Branco.