Agência Brasil

O ministro da Infraestrutura, Capitão Tarcísio, afirmou nesta quarta-feira (26), que o plano do governo para a distribuição de kits para testes de coronavírus prevê manter aeroportos e linhas operando em todos os Estados.

De acordo com ele, o transporte aéreo será essencial para a entrega dos 10 milhões de testes. Tarcísio ressaltou que boa parte dos insumos de saúde são transportados pela aviação comercial e que o governo está conversando com as companhias para estabelecer as rotas que serão mantidas.

“Vamos precisar de toda a nossa potência de transporte funcionando. Transporte de carga  rodoviário funcionando, o transporte ferroviário funcionando, vamos utilizar concessionárias de ferrovia para nos ajudar nessa distribuição e vamos precisar das empresas aéreas”, afirmou o ministro.

E mais:

“Já não tem demanda que suporte a operação aérea. Vamos passar por uma situação inusitada que é a partir desta semana ter 100% dos voos no chão, não ter voo doméstico para canto nenhum, interrupção absoluta. O que é muito ruim. Vamos precisar desses aviões para levar  esses kits, máscaras importadas, material que está sendo adquirido”.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram