Foto: reprodução

Ouça essa matéria na integra

Um dos hackers de Araraquara, Luiz Henrique Molição, que roubou as mensagens do Telegram dos integrantes da Lava Jato, ministros e mais autoridades, fechou um acordo de delação premiada com a Polícia Federal (PF), informa Veja.

Segundo a revista, Molição entregou aos investigadores um telefone celular que estava escondido na casa de sua mãe, no interior de São Paulo. Nesse telefone, estão guardadas todas as conversas que ele manteve com Glenn Greenwald e o outro hacker, Walter Delgatti, “o Vermelho”.