Recurso foi liberado nesta sexta-feira (25) pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR). No total, já foram repassados R$ 5,1 milhões para o estado
 

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) liberou, nesta sexta-feira (25), mais R$ 1,35 milhão para ações de combate a incêndios florestais na região do Pantanal, em Mato Grosso do Sul. Na semana passada, o estado já havia recebido outros R$ 3,8 milhões para auxiliar no enfrentamento ao desastre, totalizando R$ 5,1 milhões em menos de 10 dias.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os recursos transferidos serão utilizados em aquisição de equipamentos de combate ao incêndio para a força tarefa estadual, compra de equipamentos de proteção para os brigadistas contratados, abastecimento de aeronaves, viaturas e barcos e alimentação dos profissionais que estão atuando na linha de frente.

“O presidente Jair Bolsonaro nos orientou a não medir esforços para apoiar os estados na preservação do Pantanal. Este é um repasse complementar que autorizamos para garantir maior agilidade e continuidade das ações de combate aos incêndios”, ressalta o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho.

No repasse anterior ao Mato Grosso do Sul, estavam incluídas a contratação de 200 horas de voo para auxiliar o combate às chamas, locação de helicópteros e a compra de equipamentos para a contenção e extinção do fogo, como mangueiras, esguicho, abafadores, sopradores e piscinas flexíveis, entre outras medidas.

Segundo dados apresentados pelo governo do Mato Grosso do Sul, satélites do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) captaram mais de 1,3 mil focos de calor no estado. Corumbá, Alcinópolis e Pedro Gomes são as cidades mais atingidas.

Mato Grosso

O MDR também destinou R$ 10,1 milhões para combate a incêndios em Mato Grosso, que vão custear 32 ações. Aquisição de agente retardante para o combate às chamas, locação de veículos, maquinários e aeronaves, aquisição de combustível e compra de equipamentos como abafadores, roçadeiras, mangueiras, sopradores e tanques para armazenamento de água são alguns dos objetos da solicitação feita ao Governo Federal.

Na última semana, o secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, coronel Alexandre Lucas, esteve nos dois estados para orientar os gestores locais sobre os procedimentos necessários para solicitar recursos federais para as ações de combate aos incêndios. A equipe da Defesa Civil Nacional também ajudou os profissionais a elaborar planos de trabalho complementares para acelerar a liberação de novos recursos.