Getty Images

Ouça essa matéria na integra

O Ministério da Saúde anunciou nesta quarta-feira (25) que  médicos podem usar o medicamento cloroquina no tratamento de pacientes em estado grave infectados pelo Covid-19. 

Mandetta alertou que a orientação é que o medicamento seja usado somente por médicos dentro de hospitais. A recomendação para quem comprou a cloroquina sem indicação médica é  entregar a caixa ao farmacêutico, hospital ou posto de saúde mais próximo.

Para o médico infectologista e presidente da Sociedade Mineira de Infectologia, Estêvão Urbano, o aval do Ministério é importante para que os profissionais da saúde tenham mais segurança na administração do medicamento para pacientes graves. “Não existem estudos que comprovem a efetividade da cloroquina, somente relatos de que ela pode, eventualmente, trazer benefícios, e com isso os médicos estavam com dúvidas sobre o uso”, explicou.

Segundo o secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos da pasta, Denizar Vianna Araújo, será apresentado um protocolo de 5 dias para a utilização do medicamento em pacientes graves de coronavírus.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram