Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

A Polícia Federal (PF) cumpre na manhã desta terça-feira (30), 17 mandados de busca e apreensão contra advogados, juízes e empresários suspeitos de crimes, em Goiás. De acordo com o STJ (Superior Tribunal de Justiça), que autorizou as ações, os alvos são suspeitos de “negociação criminosa” em decisões relacionadas ao processo de recuperação judicial de uma grande empresa.

Campbell Marques, ministro relator do processo, determinou o sigilo dos autos da operação. Portanto, os nomes dos alvos e da empresa em questão não foram divulgados.

Determinados a partir de requerimento do Ministério Público Federal (MPF), os mandados são cumpridos em endereços públicos e privados dos investigados. O intuito é coletar mais provas que comprovem as ações criminosas.

Tudo que for apreendido passará por perícia do MPF e da PF. Posteriormente, haverá a análise da necessidade ou não de novas diligências.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram