Foto: Agência Brasil

Ouça essa matéria na integra

Na manhã desta quinta-feira (12), a Polícia Federal (PF) deflagrou a “Operação Marechal” para desarticular uma quadrilha que fraudava o INSS de idosos de Alagoas, falsificando documentos e subornando servidores públicos.

Os criminosos recebiam 80 benefícios previdenciários, que resultavam na retirada mensal de mais de R$ 160 mil, segundo PF. O total desviado, de acordo com a entidade, ultrapassa os R$ 9 milhões.

Cerca de 95 policiais federais, além de servidores do Setor de Inteligência da Previdência, estão nas ruas cumprindo 20 mandados de busca e apreensão e 14 de prisão, sendo 12 preventivas e 02 temporárias.

As ordens foram expedidas pela 1ª Vara Federal em Alagoas.