Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro pediu permissão à Justiça para fazer uma cirurgia no ombro direito. Ele está em prisão domiciliar há quase um mês. A informação é da CNN.

A solicitação foi feita para o desembargador Milton Fernandes de Souza, relator do caso das rachadinhas no Órgão Especial do Tribunal de Justiça. O juiz assumiu o caso após o deslocamento da investigação para segunda instância. Ele já autorizou que Queiroz faça os exames pré-operatórios para, segundo sua decisão, “não gerar nulidades” no processo.