O governador do Estado de São Paulo, João Doria, definiu a reunião com o presidente Jair Bolsonaro e os outros 26 governadores, que ocorreu nesta quinta-feira (21), como algo “histórico”. Doria reforçou que fizeram um encontro virtual “em paz, harmonia e entendimento”.

“O sentimento é de união para enfrentar a crise e salvar vidas. Eu falei na reunião: na guerra, todos perdem. Estou pessoalmente feliz por termos concluído o encontro em paz e harmonia, com o objetivo de proteger os brasileiros e melhorar o combate e o enfrentamento à crise. Agora não é hora de política e essa reunião foi uma demonstração de sabedoria, bom senso e equilíbrio de todos.” afirmou o governador

O presidente Jair Bolsonaro deu um parecer de aprovação referente ao projeto de socorro aos estados e municípios após os governadores se posicionarem a favor dos vetos propostos, como ao reajuste salarial aos servidores públicos até o fim de 2021. O presidente ainda afirmou que após ajustes técnicos, irá sancionar a medida.

João Doria, Reinaldo Azambuja (MS) e Renato Casagrande (ES) cobraaram ainda a primeira parcela do resgate financeiro para o mês de maio e a manutenção do artigo 4, que diz respeito à operações com bancos públicos e privados.