Durante missa, padre chama Bolsonaro de “bandido” e ataca seus eleitores; assista

5454

O padre Edson Adélio Tagliaferro, atacou o preisidente Jair Bolsonaro e seus eleitores  durante missa na Igreja Matriz Nossa Senhora das Dores, em Artur Nogueira (150 km de São Paulo). Ele chamou Bolsonaro  “bandido” e que seus eleitores deveriam se confessar pelo pecado de terem votado nele.

“Bolsonaro não vale nada! E quem votou nele devia se confessar, pedir perdão a Deus pelo pecado que cometeu, porque elegeu um bandido para pôr de presidente” disse.