O médico infectologista do Instituto Emilio Ribas e do Hospital Israelista Albert Einstein infectologista Jean Gorinchteyn será o novo secretário da Saúde de São Paulo. O anúncio foi feito nesta terça-feira, 21, pelo governador do Estado de São Paulo, João Doria, durante entrevista coletiva com a imprensa no Palácio dos Bandeirantes. Ele substitui José Henrique Germann Ferreira, que deixa o cargo por questões pessoais relacionadas a tratamento médico. “Ele cumpriu brilhantemente a função”, disse Doria. Germann assume a função de assessor especial do governo do Estado. “Não houve razão de ordem administrativa ou de outra ordem”, afirmou o governador.

Germann ocupava o cargo desde o início da atual gestão estadual de João Doria. Gorinchteyn é professor de infectologia na Universidade de Mogi das Cruzes. Também é mestre em doenças infecciosas pela coordenação dos Institutos de pesquisa da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo. “É com muito orgulho que eu assumo essa pasta. Eu sou médico do SUS, trabalho para o SUS e trabalho para a nossa população”, disse Gorinchteyn. O novo secretário foi um dos primeiros a defender o uso de máscaras.

Números

O Balanço da Secretaria Estadual da Saúde  que foi divulgado na coletiva desta terça-feira, 21, no Palácio dos Bandeirantes, mostra que o Estado tem 422.669 casos no total, 6.235 deles registrados em 24 horas. O Estado tem 20.171 óbitos e 383 em 24 horas.

A taxa de ocupação de leitos de UTI é de 66,6% no Estado e de 64,3% na Grande SP. Há 5.805 internados em UTI 8.269 em enfermaria, entre suspeitos e confirmados. Foram 290.346 pacientes recuperados, com 59.960 altas hospitalares.