Estado de São Paulo alcançou nesta semana o menor índice de ocupação em leitos de UTI desde que a pandemia da Covid-19 iniciou, no começo de março. Agora, apenas 49,1% das vagas estão preenchidas, enquanto a taxa da capital ficou em 48,5%. Secretário de Saúde do Estado, Jean Gorinchteyn comemorou a notícia. “Estamos com uma melhora histórica no Plano São Paulo, na taxa de ocupação em leitos de terapia intensiva. É o menor e melhor índice que tivemos desde o início da pandemia”, disse. Em coletiva de imprensa, nesta sexta-feira, 18, o governador João Doria (PSDB) também anunciou que todas as áreas do Estado continuam na fase amarela do Plano São Paulo e não houve nenhuma regressão. Também houve queda no número de aproximadamente 3% mas internações pela Covid-19, em relação com a semana epidemiológica anterior.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ao longo da coletiva, Patrícia Ellen, secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado, frisou que quatro regiões obtiveram uma redução ainda maior nas internações, registrando queda de 20 a 30% em relação às semanas anteriores. São elas: Baixada Santista, Piracicaba, Registro e Taubaté. O prefeito Bruno Covas (PSDB) também anunciou que, no final de agosto, tanto os índices de contaminação por 100 mil habitantes como a comparação por semana epidemiológica já são equivalentes aos números do início de abril. Apenas nas últimas 24 horas, o Estado registrou 206 óbitos pelo novo coronavírus e 7.711 novas infecções. Ao todo, já são 33.678 mortes e 924.532 pessoas contaminadas pela doença em São Paulo.

*Com informações do Estadão Conteúdo