fbpx
sexta-feira, 4 de dezembro de 2020

Tribunal de Justiça de São Paulo decide que tio que estuprou sobrinha de 8 anos não cometeu estupro

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Um homem condenado em primeira instância a 18 anos e 8 meses de prisão por estupro de uma sobrinha de 8 anos foi beneficiado por decisão da 12ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo na última quarta-feira (04) que descaracterizou o crime de estupro para “importunação sexual”.

O desembargador e relator do caso João Morenghi considerou irrelevante o fato de a vítima ter menos de 14 anos de idade, e estabeleceu a pena em um ano, quatro meses e 10 dias, podendo assim ser substituída por prestação de serviços à comunidade.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O crime contra a sobrinha de 8 anos ocorreu entre 2017 e 2018 em Atibaia, a 60km de São Paulo. A menina costumava ir à casa dos tios para brincar com o primo.

Por duas vezes, o tio colocou-a sentada em seu colo e esfregou acintosamente o genital no corpo dela. Em 2018, novamente sozinho com a criança, apertou os seios dela. Desta fez, porém, ela contou para a avó e, depois, para a mãe. Para a avó da criança o acusado disse ser apenas uma brincadeira.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na Justiça, ele afirmou que os parentes queriam causar a separação dele e de sua esposa. Após ter revelado o abuso, a menina afirmou ter medo de que o tio quisesse se vingar de sua mãe.

“Parece claro que, ao aludir a outros atos libidinosos alternativamente à conjunção carnal, o legislador não visou qualquer conduta movida pela concupiscência [desejo por prazeres sexuais], mas apenas aquelas equiparáveis ao sexo vaginal. E os atos praticados pelo apelante — fazer a vítima se sentar em seu colo e movimentá-la para cima a fim de se esfregar nela e apertar os seus seios — por óbvio, não possuem tal gravidade”, afirmou o desembargador.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No recurso apresentado ao Tribunal de Justiça, a defesa do tio estuprador afirmou não ser recomendável que “condutas mais singelas”, embora ainda reprováveis, tenham o mesmo tratamento penal e jurídica “de conjunção carnal, sexo oral e sexo anal”.

No acórdão, o desembargador Morenghi afirma que é preciso aplicar o princípio de proporcionalidade e reservar a pena mais grave, do crime de estupro, com pena mínima de 6 anos de prisão, para quando ocorre conjunção carnal, ou seja, penetração.

Cita ainda jurista que, antes da Lei 12.015/2009, classificou “amassos”, “toques nas regiões pudentas”e “apalpadelas” como “atos libidinosos”.

Com a lei 2.015, a Justiça passou a entender que todo ato libidinoso com menores de 14 anos configura estupro de vulnerável, previsto no artigo 217-A do Código Penal. O Superior Tribunal de Justiça reforçou o entendimento e acrescentou ainda que é irrelevante eventual consentimento da vítima ou experiência sexual anterior, já que muitos homens usavam tais argumentos para escapar da pena de estupro de vulnerável.

Para a promotora e integrante do Ministério Público Democrático, Fabíola Sucasas, a decisão da 12ª Câmara de Direito Criminal do TJ-SP desconsidera a jurisprudência e o avanço nas leis de proteção a menores de 14 anos e a lei é muito clara no sentido de incluir qualquer ato libidinoso, não apenas conjunção carnal.

“Não podemos fazer essas ginásticas, que inventam teses como legítima defesa da honra, estupro culposo, ou mesmo a tal importunação sexual de vulnerável, instrumentos de silenciamento de nossos direitos. Lamentável a decisão, que retrata a necessidade de exigirmos uma mudança radical no pensamento machista brasileiro”, afirmou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Gazeta Brasil
Gazeta Brasilhttps://www.gazetabrasil.com.br
A Gazeta Brasil é um jornal brasileiro diário editado na cidade de São Paulo. Publica textos, fotos, vídeos no formato digital. Faz parte do grupo AZComm Comunicação e Eventos.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Últimos artigos

No Twitter, “Equipe João Doria” responde perfil oficial do Butantan e apaga post

Na noite desta quinta-feira (3), o  perfil oficial do Instituto Butantan no Twitter, cometeu um ato falho ao responder uma seguidora com assinatura do...

Augusto Nunes: ‘Professores de universidade estão exaustos por excesso de vagabundagem’

Na última quarta-feira (2),  o comentarista Augusto Nunes, do programa Os Pingos nos Is, da Jovem Pan, criticou os professores das universidades que são contra o...

SP não entregou resultados de testes com humanos da vacina chinesa

Ao rebater uma fala sobre a aplicação da CorovaVac, o governo de São Paulo João Doria, no último dia 26 de novembro, a Agência...

Associação de clínicas prevê vacina da covid na rede privada só entre fim de 2021 e início de 2022

O telefone não para de tocar na ImunoVacin, em Campinas, São Paulo. Muitas pessoas ligam para a clínica privada de vacinação para saber quando poderão receber...

Governo Bolsonaro vai construir maior fábrica de vacinas da América Latina no Rio

Uma nova fábrica de vacinas da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) será construída, no Rio de Janeiro, o que permitirá grande aumento na produção de...