Ouça essa matéria na integra

Os moradores organizaram a manifestação contra a Polícia Militar após nove pessoas morrerem pisoteadas na madrugada de sábado para domingo. Segundo a PM, a confusão começou quando equipes da Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicletas (Rocam) abordaram uma motocicleta. Os ocupantes do veículo teriam atirado contra os policiais. Houve perseguição até o local do baile. A Força Tática, ainda segundo a polícia, se dirigiu ao local para dar apoio e disse ter sido recebida com pedradas. Os policiais, então, revidaram com munições químicas e houve correria. O governador João Doria lamentou as mortes. Um inquérito foi aberto para apurar o caso.

Nove pessoas morreram pisoteadas na madrugada deste domingo depois de uma ação da PM para dispersar um baile funk. Duas pessoas ficaram feridas e duas viaturas da PM foram depredadas