Ouça essa matéria na integra

Um boletim divulgado nesta quinta-feira (23) pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas relata 26 casos suspeitos de intoxicação por dietilenoglicol. Principal linha de investigação continua centrada na cervejaria Backer.

Dos 26 casos, quatro já foram confirmados — entre eles, uma morte. Trata-se de um homem, que esteve internado em hospital de Juiz de Fora e faleceu no dia 7 de janeiro. Outras três pessoas morreram sob suspeita de terem sido intoxicadas.

Na última terça-feira (21) a Secretaria de Saúde foi comunicada da ocorrência de dois casos com sinais e sintomas semelhantes ao quadro de intoxicação por dietilenoglicol, com relato de exposição anterior a outubro de 2019.