Foto: reprodução

Ouça essa matéria na integra

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pediu hoje ao STF (Supremo Tribunal Federal) a anulação do julgamento da segunda instância que aumentou a pena do petista no processo do sítio de Atibaia (SP).

O pedido foi feito dentro de habeas corpus (HC) da defesa, já negado pelo ministro da Corte, Edson Fachin, que queria suspender o julgamento do caso na segunda instância, realizado no último dia 27.