quinta-feira, 29 de outubro de 2020

Maia: Não há hipótese de estender o estado de calamidade

Neste sábado (17), o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse que “o orçamento está muito apertado para o próximo ano, e em tese o teto vai ‘explodir’, mas que há despesas que podem ser realocadas”. O deputado disse ainda que não há hipótese de estender o estado de calamidade.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Veja um trecho da declaração de Maia em evento da XP Investimentos:

“Não haverá na Câmara dos Deputados, enquanto eu for presidente, até 1º de fevereiro, nenhuma hipótese de se usar a PEC da guerra e nenhuma hipótese de prorrogar o estado de calamidade. Não há necessidade. Nós precisamos de responsabilidade (…) Melhorar a redação do teto é mais importante que a criação de um Programa de Renda Mínima, pois ela vai dar uma clareza de como as despesas irão se comportar nos próximos anos”, disse.

 Para Maia, congressistas devem enfrentar a realidade fiscal

“Lendo matérias vi que a possibilidade de prorrogar a calamidade em tese prorroga a PEC da guerra. A nossa obrigação como políticos é enfrentar essas adversidades. No nosso papel, temos a obrigação de não nos omitir, principalmente para os próximos dois anos. Com a reforma da previdência poderemos ter um novo futuro”.

Em rede social, o presidente da Câmara reiterou a declaração:

“Hoje, conversando com investidores, deixei bem claro que a Câmara não irá, em nenhuma hipótese, prorrogar o estado de calamidade para o ano que vem. Soluções serão encontradas dentro deste orçamento, com a regulamentação do teto de gastos.

A gente já viu que ideias criativas, em um passado não tão distante, geram desastres econômicos e impactam a vida das famílias brasileiras. Eu, como primeiro signatário da PEC da Guerra, não posso aceitar que ela seja desvirtuada para desorganizar o nosso Estado, a economia. 

Sabemos que o orçamento ficou muito apertado pela queda rápida da inflação, mas este é um dado da realidade. O importante é ressaltar que não há caminho fora do teto de gastos.”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Gazeta Brasil
Gazeta Brasilhttps://www.gazetabrasil.com.br
A Gazeta Brasil é um jornal brasileiro diário editado na cidade de São Paulo. Publica textos, fotos, vídeos no formato digital. Faz parte do grupo AZComm Comunicação e Eventos.

Últimos artigos

Após ataque, Salles chama Maia de “Nhonho” no Twitter

Após ser atacado por Rodrigo Maia, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, chamou o presidente da Câmara dos Deputados de "Nhonho" no Twitter...

Youtubers bolsonaristas defendem voto em Russomanno e criticam Joice e Covas

Fernando Lisboa e Enzo Leonardo Suzi,  youtubers bolsonaristas defendem em seus canais o voto no candidato a prefeito Celso Russomanno, do Republicanos. O apoio...

Fachin: revista íntima é ilegal e desumana e deve ser proibida

Nesta quarta-feira (28), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin votou  para considerar ilegal as revistas íntimas realizadas nos presídios para evitar...

Bolsonaro sanciona lei de incentivos fiscais para montadoras de veículos

Nesta quarta-feira (28), o presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei que prorroga os incentivos fiscais para montadoras de veículos ou fabricantes de autopeças instalados...

Cinco agentes chineses são detidos nos EUA por perseguirem oponentes de Pequim

AFP - O Departamento de Justiça dos Estados Unidos acusou oito pessoas que trabalham para o governo chinês de pressionar um homem que vive no...