O Ministério Público Federal (MPF) pediu nesta segunda-feira (06) o afastamento de Ricardo Salles do cargo do ministro do Meio Ambiente. Para os procuradores, Ricardo Salles age com a intenção de desmontar a proteção ao meio ambiente no Brasil, incorrendo no ato de improbidade administrativa.

Ao todo, 12 procuradores apresentaram uma ação de improbidade administrativa contra o ministro do Meio Ambiente e o acusam de “desestruturação dolosa das estruturas de proteção ao meio ambiente”.