O presidente dos EUA, Donald Trump, condenou os protestos violentos contra o racismo e a violência policial dos últimos dias e invocou uma lei de mais de 200 anos para espalhar membros do Exército pelo país, em uma tentativa de sufocar as mobilizações.

“Vamos acabar com os distúrbios e a ilegalidade que se espalhou pelo nosso país. Vamos acabar com isso agora”, disse o chefe da Casa Branca. Ele acrescentou que estava “enviando milhares e milhares de soldados fortemente armados” para sufocar os protestos e que está mobilizando todos os recursos federais disponíveis, civis e militares, para acabar com as depredações e saques.

“Esses são atos de terror doméstico. Estão espalhando sangue de pessoas inocentes. A américa precisa de segurança, não de anarquia. Justiça, não o caos. E nós vamos sempre vencer. Por isso estou mobilizando toda a ajuda federal para parar toda essa violência e defender os direitos de todos os americanos”, declarou Trump, que se chamou de “presidente da lei e da ordem”, disse Trump.