domingo, 20 de junho de 2021

Governo deve estender auxílio emergencial ‘por 2 ou 3 meses’, diz Guedes

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 1

Nesta terça-feira (8), o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o auxílio emergencial será prorrogado por pelo menos mais dois meses. Previsto para terminar em julho, o benefício será estendido até setembro, mas esse período ainda poderá ser ampliado, caso a vacinação da população adulta não esteja avançada. Com isso, o pagamento, que estava previsto para terminar em julho, pode ser ampliado até outubro.

“Existe uma expectativa geral de que nos próximos dois, três meses, toda a população adulta brasileira esteja vacinada. É o ritmo da pandemia que dita a necessidade de extensão do auxílio emergencial”, disse o ministro, durante conferência virtual do Bradesco BBI em Londres.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 2

“O auxílio emergencial são R$ 9 bilhões por mês. Então, seriam R$ 18 bilhões por dois meses. Só que R$ 7 bilhões já estão lá de remanescente do auxílio emergencial do ano passado. Precisaríamos de R$ 11 bilhões, que viriam por crédito extraordinário”, explicou.

O novo programa social que substituirá o Bolsa Família não foi detalhado por Guedes durante a palestra. Segundo ele, será um programa que vai incluir mais beneficiários, mas terá “linhas conservadoras” e ficará dentro da regra de teto de gastos. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 3

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 5
Gazeta Brasil
Gazeta Brasilhttps://www.gazetabrasil.com.br
A Gazeta Brasil é um jornal brasileiro diário editado na cidade de São Paulo. Publica textos, fotos, vídeos no formato digital. Faz parte do grupo AZComm Comunicação e Eventos.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Últimos artigos