Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

recuperação judicial dinheiro economia
Foto: José Cruz/Agência Brasil

Economia

IBGE: Mulheres ganham menos que homens em 82% das áreas de atuação

Em 2022, as mulheres receberam salários menores que os homens em 82% das principais áreas de atuação no Brasil, conforme informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira (20). Entre as 357 áreas analisadas, as mulheres ganhavam salários médios iguais ou maiores que os dos homens em apenas 63, representando 18%.

O levantamento, baseado no Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) de 2022, excluiu apenas os empresários enquadrados como Microempreendedor Individual (MEI) e incluiu dados de empresas e seus empregados, inclusive salários. O salário médio das mulheres foi de R$ 3.241,18, 17% menor que o dos homens, que era de R$ 3.791,58.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

A área com a maior diferença salarial foi a de fabricação de mídias virgens, magnéticas e ópticas, onde os homens ganhavam R$ 7.509,33, enquanto as mulheres recebiam R$ 1.834,09, uma diferença de 309,4%. Em contraste, a área onde as mulheres ganharam mais foi em organismos internacionais e outras instituições extraterritoriais, com salários médios 47,7% maiores que os dos homens: R$ 9.018,70 para as mulheres e R$ 4.717,09 para os homens.

Entre os 20 grandes grupos de atuação, conforme a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE), as mulheres recebiam salários menores que os homens em 17 deles. A maior diferença foi registrada no grupo de Atividades financeiras, de seguros e serviços relacionados, onde os homens ganhavam em média R$ 10.469,21, enquanto as mulheres ganhavam R$ 6.205,02, uma diferença de 68,7%.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Os únicos três grupos em que as mulheres recebiam salários médios maiores que os dos homens foram:

  1. Organismos internacionais e outras instituições extraterritoriais, com mulheres ganhando R$ 9.018,70, 47,7% a mais que os R$ 4.717,09 dos homens;
  2. Construção, com mulheres ganhando R$ 3.381,12, 17,9% a mais que os R$ 2.776,09 dos homens;
  3. Indústrias extrativas, com mulheres ganhando R$ 6.791,76, 6,8% a mais que os R$ 6.328,57 dos homens.

Segundo o IBGE, o Brasil tinha 9,4 milhões de empresas e outras organizações formais ativas em 2022, empregando 63 milhões de pessoas. Destas, 6,6 milhões de empresas não tinham pessoal assalariado, mas ocupavam 8,4 milhões de pessoas que recebiam renda como sócios e/ou proprietários. Outras 2,9 milhões de empresas empregavam 54,3 milhões de pessoas, dos quais 50,2 milhões eram funcionários assalariados e 4,1 milhões eram sócios e/ou proprietários.

Essas organizações pagaram R$ 2,3 trilhões em salários e outras remunerações, com um salário médio mensal de R$ 3.542,19, equivalente a 2,9 salários mínimos. Dos mais de 50 milhões de assalariados, 54,7% eram homens e 45,3% mulheres.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Em relação ao porte das empresas, 76,8% tinham de 1 a 9 funcionários, 19,8% de 10 a 49, 2,6% de 50 a 249 funcionários, e 0,8% possuíam 250 ou mais empregados. As maiores organizações empregavam mais da metade dos assalariados (54,1%) e pagavam 69,3% dos salários totais. Empresas com 250 ou mais funcionários pagavam em média R$ 4.528,67 por mês, 152,6% a mais que as com 1 a 9 profissionais, que pagavam R$ 1.793,08.

A pesquisa revelou que 76,6% dos assalariados não tinham ensino superior, enquanto 23,4% possuíam. Aqueles com maior escolaridade recebiam em média R$ 7.094,17 por mês, enquanto os sem nível superior ganhavam R$ 2.441,16, cerca de três vezes menos. Os setores que mais empregaram pessoas com ensino superior foram: educação (64,3%), atividades financeiras, de seguros e serviços relacionados (60,6%), e administração pública, defesa e seguridade social (47,4%). Já os setores com mais funcionários de menor nível de instrução foram: alojamento e alimentação (96,1%), agricultura, pecuária, produção florestal e aquicultura (94,1%), e construção (92,6%).

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Das 9,4 milhões de empresas, 29,1% eram do comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas, o maior número registrado, empregando 21% do total de pessoas e 19% dos assalariados. Este setor ficou em terceiro lugar no ranking de salários e outras remunerações (13%). A indústria de transformação ficou em segundo lugar em pessoas ocupadas (14%), assalariadas (15,8%) e salários (16,4%). A administração pública, defesa e seguridade social ficou em terceiro lugar em pessoas assalariadas (15,7%) e foi o ramo que mais distribuiu salários em 2022 (23,3%).

O setor de eletricidade e gás pagou os maiores salários, com uma média mensal de R$ 8.312,01, seguido por atividades financeiras, de seguros e serviços relacionados (R$ 8.039,19) e organismos internacionais e outras instituições extraterritoriais (R$ 6.851,77). Embora com altos salários, esses setores empregaram juntos 1,3 milhão de pessoas, representando apenas 2,6% do total.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

O Nordeste registrou os menores salários médios do Brasil em 2022, com assalariados recebendo em média R$ 2.809,16 por mês, enquanto a média nacional foi de R$ 3.542,19. As regiões Norte e Sul também tiveram médias abaixo da nacional, com salários de R$ 3.274,07 e R$ 3.382,09, respectivamente. A região Centro-Oeste teve o maior salário médio, R$ 3.941,54, seguida pelo Sudeste, com R$ 3.841,47.

Apesar dos menores salários, o Nordeste foi a terceira região com o maior número de unidades locais (empresas e outras organizações formais ativas), com mais de 1,6 milhão até 31 de dezembro de 2022. A região Sudeste liderou com mais de 5,4 milhões de unidades, seguida pelo Sul com cerca de 2,1 milhões. As regiões Norte e Centro-Oeste tinham menos de um milhão de unidades locais, com 897 mil e quase 496 mil, respectivamente.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Entre os estados, o Distrito Federal teve o maior salário médio em 2022, com R$ 5.902,12, cerca de 4,9 salários mínimos da época. Em seguida, ficaram Amapá, com R$ 4.190,94 (3,5 salários mínimos), e São Paulo, com R$ 4.147,84 (3,4 salários mínimos). Os menores salários médios foram registrados na Paraíba (R$ 2.636,31) e Alagoas (R$ 2.645,65), ambos cerca de 2,2 salários mínimos.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Destaques

mega-sena

Economia

Na noite deste sábado (13), em São Paulo, foi realizado o sorteio do concurso 2.748 da Mega-Sena. O prêmio total para quem acertar as...

Mundo

O homem que abriu fogo contra a multidão em um comício de Donald Trump em Butler, Pensilvânia, ferindo o ex-presidente, matando um participante e...

trump biden trump biden

Mundo

Joe Biden falou com Donald Trump, após a tentativa de assassinato que o ex-presidente sofreu durante um ato de campanha eleitoral na Pensilvânia. Biden...

Destaques|Saúde

Estudo em moscas-da-fruta e camundongos identifica possível mecanismo por trás da fadiga muscular em COVID longo e outras doenças. Inflamação no cérebro após infecções...

Mundo

Donald Trump escapou por pouco de uma tentativa de assassinato enquanto discursava em um comício na Pensilvânia hoje, quando vários tiros foram disparados contra...

Biden Biden

Mundo

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, manifestou solidariedade neste sábado ao seu rival nas eleições após o atentado sofrido por Donald Trump durante...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

Brasil

O corpo do produtor musical Adileon Eva dos Santos está sendo velado neste domingo (14) no Cemitério Vila Nova Cachoerinha, após ter sido assassinado...

Pacheco Pacheco

Brasil

Durante sua participação na 19ª edição do Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo, promovido pela Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), o presidente do Senado,...

Brasil

Um acidente envolvendo um ônibus escolar com 26 estudantes ocorreu na cidade de Aurora, localizada no Vale do Itajaí, em Santa Catarina, conforme registrado...

Brasil

Neste sábado (13), após o presidente Donald Trump ser retirado de um comício na Pensilvânia, com ferimentos no rosto e nas mãos, líderes políticos...

Nordeste clarão Nordeste clarão

Brasil

Na madrugada deste sábado (13), por volta das 0h10, o céu nordestino foi iluminado pela queda de um meteoro, que proporcionou um espetáculo de...

Brasil

O ex-técnico da Seleção Brasileira, Dunga, e sua esposa, Evanir Miller da Silva Verri, ficaram feridos neste sábado (13) após o carro em que...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Facebook
X\Twetter
LinkedIn
WhatsApp
Threads
Telegram
Reddit