O ministro da Economia, Paulo Guedes, avalia fazer mudanças na estrutura do Ministério, após os pedidos de demissão dos secretários Salim Mattar, de Desestatização e Privatização, e Paulo Uebel, da Desburocratização, Gestão e Governo Digital. A informação é da CNN Brasil.

Segundo a emissora, “uma das ideias em estudo é fundir em uma só secretaria especial as atuais Secretaria de Desestatização e Privatização, até então comandada por Salim, e a Secretaria do Programa de Parcerias de Investimentos, chefiada atualmente pela economista Martha Seillier”.

Com as mudanças, dois nomes são cotados para assumir a nova secretaria: o da própria Seillier e o de Daniella Marques, assessora especial do Ministério da Economia. Braço direito de Guedes na pasta, ela é considerada como “coringa” pelo ministro.

O agora ex-secretário já vinha entrando em atrito com a chefe do PPI nos bastidores e costumava atribuir ao PPI a lentidão das privatizações e desestatizações no Brasil.