De acordo com diagnóstico do Comitê de Datação de Ciclos Econômicos (Codace), da Fundação Getulio Vargas (FGV) divulgado nesta segunda-feira (29), o  Brasil entrou em recessão no primeiro trimestre de 2020, encerrando um período de 12 trimestres seguidos de expansão.

“O Comitê identificou a ocorrência de um pico no ciclo de negócios brasileiro no quarto trimestre de 2019. O pico representa o fim de uma expansão econômica que durou 12 trimestres — entre o primeiro trimestre de 2017 e o quarto de 2019 — e sinaliza a entrada do país em uma recessão a partir do primeiro trimestre de 2020”. 

Houve crescimento do PIB brasileiro do primeiro trimestre de 2017 ao último de 2019. A recessão econômica em que o país passa interrompeu 12 trimestres de expansão da atividade econômica.

“O CODACE também realizou a datação mensal da recessão de 2014-2016 ao identificar um pico em março de 2014 e um vale em dezembro de 2016. Isso significa que a recessão teria durado 33 meses, entre abril de 2014 e dezembro de 2016.”

CVeja o documento da FGV aqui.