Na Europa, a Alemanha, França, Espanha, Portugal e Itália anunciaram nesta sexta-feira (31), que entraram em recessão após divulgarem um balanço do PIB de cada nação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O PIB da Alemanha recuou 10,1% no período — a queda mais acentuada para um trimestre desde o início da série histórica, nos anos 1970. Trata-se ainda do maior tombo desde a crise financeira global de 2009.

Já a França, segundo dados divulgados nesta sexta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INSEE), o PIB do país recuou 13,8% no período. O pior resultado em 70 anos, desde o início da série histórica, em 1949.

A Espanha registrou um recuo de 18,5% do PIB no segundo trimestre deste ano, sob o impacto da epidemia de Covid-19.  A economia espanhola entrou em recessão técnica — com dois trimestres consecutivos de queda.

Segundo dados divulgados nesta sexta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística, o PIB de Portugal despencou 14,1% no segundo trimestre. Assim, o país entrou tecnicamente em recessão, com retração econômica por dois trimestres consecutivos. 

Já o PIB da Itália despencou 12,4% no segundo trimestre, em meio ao impacto da epidemia de Covid-19. O resultado do segundo trimestre de 2020 é o pior desde os três primeiros meses de 1995.