O desemprego recuou na primeira semana de setembro, segundo a Pnad Covid, divulgada pelo IBGE nesta sexta-feira (25). 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Porém, a taxa de desocupação ficou em 13,7% e o Brasil ainda tem 13 milhões de pessoas sem trabalho. Na semana anterior, país tinha 13,7 milhões de desempregados — número que representava uma taxa de 14,3% da população economicamente ativa.

No entanto, havia mais pessoas sem empregos na primeira semana de setembro do que no início de maio, quando a pesquisa do IBGE começou a ser feita. Na época, havia 9,8 milhões nesta situação. 

O número de pessoas empregadas ficou estável em 82,3 milhões frente a 82,2 milhões na semana anterior. A semana considera os dados de 30 de agosto a 5 de setembro.