O dólar fechou em queda nesta sexta-feira (4), abaixo do patamar de R$ 5, em meio a um cenário externo mais otimista, com os dados de criação de emprego nos Estados Unidos. A bolsa brasileira, Ibovespa, subiu 2,55%, aos 96.259 pontos.

Na semana, a moeda acumulou queda de 6,44%, a maior desde 2008. Em 2020, no entanto, o dólar ainda registra alta de 24,52%.

O Bureau of Labor Statistics dos EUA surpreendeu ao divulgar que em maio foram abertas 2,5 milhões de vagas de emprego no país. A previsão era de perda de 8 milhões. A taxa de desemprego recuou para 13,3% no mês passado, contra 14,7% em abril.

 

Siga a Gazeta Brasil no Instagram