Ouça essa matéria na integra

O Ibovespa encerrou o dia em nova máxima histórica, aos 109.580,57 pontos e alta de 1,13%. Esse novo nível é alcançado três dias após o índice fechar no recorde dos 108.779,33 pontos, na segunda-feira, 4. A expectativa de analistas é a de que o mercado acionário encerre os negócios na sexta, 8, também no positivo, o que levaria a acumular cinco semanas consecutivas de valorização.

As ações da Petrobrás tiveram ganhos nesta quinta, 7, quando ocorreu a segunda etapa do pregão, após manhã de volatilidade. Analistas dizem que a empresa “levou a melhor” nesses leilões, conseguindo comprar ativos muito produtivos por bom preço. “Para a Petrobrás o resultado foi muito bom, mesmo que não para os governos que esperavam os recursos”, disse Pedro Paulo Silveira, economista-chefe da Nova Futura. 

Os papéis ordinários e preferenciais da petroleira encerraram o dia com ganhos de 3,21% e de 4,01%, respectivamente. Eles também refletiram o avanço nos contratos futuros de petróleo com investidores dispostos a correr risco.