Foto: reprodução

O ministério da Economia, de Paulo Guedes, sugeriu, nesta terça-feira (14), pela secretaria da Fazenda, que o presidente Jair Bolsonaro que aumente o salário mínimo para R$ 1.045.

O valor leva em conta a variação do INPC de 2019, que foi de 4,48%, e um resíduo de 2018, porcentagem da inflação do ano que não foi incorporada no piso de 2019.

De acordo com o secretário Waldery Rodrigues, o tema será debatido entre Paulo Guedes e Bolsonaro nesta tarde. Os dois têm reunião marcada para as 14h.

O salário mínimo deste ano foi fixado em R$ 1.039, reajuste que ficou abaixo da inflação.