fbpx
terça-feira, 1 de dezembro de 2020

Não faz sentido falar em privatização do SUS, diz secretária

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A secretária especial do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Martha Seillier, negou nesta quarta-feira que o decreto publicado pelo governo na véspera busque privatizar o Sistema Único de Saúde (SUS).

“Não faz sentido falar em privatização do SUS”, afirmou ela à Reuters.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Seillier defendeu que as PPPs na área de saúde já existem no país e que o decreto prevê somente que o governo federal estude alternativas para apoiar os entes regionais a replicar o modelo.

No site do PPI, a equipe econômica cita o Hospital do Subúrbio em Salvador, na Bahia, como primeira concessão administrativa no setor de saúde do Brasil, tendo sido inaugurado em 2010.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Já o Ministério da Economia disse em nota que a gratuidade dos serviços será mantida no âmbito das PPPs na área de saúde.

O governo publicou no Diário Oficial da União de terça-feira decreto prevendo a elaboração de estudos de alternativas de parcerias com a iniciativa privada para a construção, modernização e operação de Unidades Básicas de Saúde (UBS) dos Estados e municípios.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Desde então, o tema tem sido objeto de polêmica e de debates em redes sociais, com muitos apontando a iniciativa como uma espécie de pontapé à privatização do SUS.

Em post no Twitter, Seillier criticou mensagem que havia sido postada pelo deputado Rogério Correia (PT-MG) afirmando que o presidente Jair Bolsonaro estaria preparando a privatização do SUS em meio à pandemia com decreto que “tira do governo a obrigação constitucional de cuidar das brasileiras e dos brasileiros e joga a responsabilidade para a iniciativa privada”.

“Não preciso nem explicar que é mentira né? No Brasil Decreto NÃO supera Lei NEM a Constituição! Uma pena um Deputado não entender a hierarquia das normas!”, escreveu a secretária.

Correia apresentou no Congresso projeto para sustar o ato do presidente, afirmando que o decreto representa “a materialização dos interesses do setor privado na disputa pelos recursos públicos da saúde”.

*Com informações de Reuters por Gazeta Brasil

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Gazeta Brasil
Gazeta Brasilhttps://www.gazetabrasil.com.br
A Gazeta Brasil é um jornal brasileiro diário editado na cidade de São Paulo. Publica textos, fotos, vídeos no formato digital. Faz parte do grupo AZComm Comunicação e Eventos.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Últimos artigos

Japão teve mais mortes por suicídio em outubro do que por Covid em todo o ano

Há mais pessoas morrendo por causa de suicídio este ano do que de Covid-19 no Japão.País asiático tem feio trabalho relativamente bom de contenção...

OAB quer esclarecimentos sobre novo trabalho de Moro

O Conselho Federal da OAB decidiu notificar Sergio Moro, solicitando esclarecimentos sobre o seu novo trabalho, na empresa Alvarez & Marsal. No documento, que deve...

Disney e o Politicamente Incorreto

O tempo passa, as pessoas mudam e a cultura também. E todo mundo tem essa noção, todo mundo sabe que os conceitos mudam conforme...

Adoção de cartinhas para o Papai Noel dos Correios será pela internet

Com pedidos que vão de bicicletas, carrinhos e bonecas a material escolar e cestas básicas, as cartinhas das crianças para a campanha Papai Noel dos...

Documentos mostram que China ocultou casos de Covid, diz CNN

A China ocultou informações sobre o avanço do coronavírus e acumulou erros de gestão, segundo documentos confidenciais do Centro Provincial de Controle e Prevenção...