Foto: Representação

Ouça essa matéria na integra

A economia global vai acelerar ligeiramente e subir 2,5% em 2020, depois de ter tido a pior taxa de crescimento da década em 2019, com 2,3%, previram as Nações Unidas em um relatório de prospectiva que apela a uma transição energética urgente para enfrentar a crise climática.

Embora as tensões comerciais entre a China e os Estados Unidos e os atritos geopolíticas sejam fatores de risco que ameaçam o crescimento, a ONU está confiante que essa aceleração continuará em 2021, com um aumento do PIB global de 2,7%.

O relatório, preparado pela Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD), projeta que a União Europeia crescerá 1,6% em 2020, após 1,4% em 2019, enquanto as outras duas grandes economias mundiais, China e Estados Unidos, irão desacelerar.

Enquanto os economistas da UNCTAD esperam que o gigante asiático desacelere de 6,1% em 2019 para 6% em 2020, eles estimam que os EUA irão desacelerar mais acentuadamente de um aumento de 2,2% do PIB no ano passado para 1,7% no ano recém-iniciado.