Segundo dados divulgados pelo Ministério da Economia, nesta quinta-feira (09) o número de pedidos de seguro-desemprego tiveram uma queda de 32% no mês de junho, a análise feita avaliou que no último mês cerca de 653.160 fizeram a solicitação do pedido, número menor o que em relação a maio, quando os registros chegaram a 960.309.

Os pedidos do mês passado revelavam um aumento de 28,4%, quando comparados a julho de 2019.

Os três Estados que tiveram a maior parte de pedidos foram: São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Em questão de setor, as solicitações se dividiram entre: serviços (41,7%), comércio (25,4%), indústria (18,7%), construção (10,1%) e agropecuária (4,1%).

Ao todo, 39,6% dos pedidos foram feitos por mulheres e 60,4%, por homens.

Em relação à faixa etária a maioria dos pedidos foi de 30 a 39 anos, com 32,1% do total.

Já na escolaridade, 59,9% dos solicitantes têm ensino médio completo.

Ainda com base nos dados fornecidos pelo ministério, no acumulado do ano, de janeiro a junho, foram contabilizados 3.950.606 pedidos de seguro-desemprego, uma alta de 14,8% na comparação com o mesmo período de 2019 (3.442.780).