economia_ilustracao-5
Foto: divulgação

Ouça essa matéria na integra

A Serasa Consumidor começou na última segunda-feira, 4, a 24.ª edição do Feirão Limpa Nome, mutirão online em que consumidores com dívidas atrasadas ou nome negativado terão a oportunidade de renegociar seus débitos com descontos que podem chegar a 98%. Até o próximo dia 30, interessados poderão entrar no site ou fazerr download do aplicativo da empresa para conferir as condições especiais de renegociação.

As empresas participantes no feirão são: 

Santander, Itaú, Recovery, Ativos, Net, Claro, Embratel, Anhaguera, Credsystem, Ipanema, Unopar, Sky, Nextel, Banco BMG, Digio, Hoepers, Porto Seguro, Tricard, Oi, Zema, Unic, Fama, Pitágoras, Uniderp e Unime.

“Sabemos que esta época do ano é o momento em que as pessoas estão com mais possibilidades de quitar suas dívidas por conta do 13° salário”, diz Lucas Lopes, gerente do Serasa Limpa Nome. “No último feirão tivemos um resultado surpreendente, com muita gente negociando suas dívidas.”

Na versão online anterior, realizada em março deste ano, cerca de 18 milhões de pessoas visitaram o site, resultando em mais de R$ 2,8 bilhões em descontos concedidos.

De acordo com levantamento da Serasa Experian, em outubro de 2019, o número de consumidores inadimplentes no País chegou a 63,2 milhões, aumento de 5% em relação ao mesmo período de 2018. O montante alcançado pelas dívidas até setembro de 2019 foi de R$ 252 bilhões, com valor médio de R$ 3.997 por consumidor.

A maioria das dívidas foi contraída nos setores bancários e de cartão de crédito, totalizando 28% do total. As contas básicas – como energia elétrica, água e gás – responderam por 19% do total de débitos em atraso. Telefonia e varejo também aparecem como grandes culpados pelo endividamento dos brasileiros.  

 

*Estadão