CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Vacina de Oxford – Covid-19

Os testes da vacina da farmacêutica AstraZeneca e da Universidade de Oxford contra a COVID-19 foram suspensos na última terça-feira (8) após suspeita de reação adversa em um dos pacientes no Reino Unido.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De acordo com fontes citadas pelo Financial Times, a farmacêutica AstraZeneca pode retomar os testes clínicos de sua vacina contra a COVID-19 no início da próxima semana após anunciar uma pausa por motivos de segurança.

A farmacêutica suspendeu voluntariamente o estudo após a descoberta de um paciente doente, que adoeceu com uma rara doença inflamatória chamada mielite transversa.

O diretor-executivo da empresa, Pascal Soriot, declarou nesta quarta-feira (9) que a suspensão dos testes é uma “pausa temporária” e que o caso estava sendo investigado por um comitê independente.

As ações da farmacêutica chegaram a cair cerca de 10% na última terça-feira (8) após o anúncio da suspensão dos testes, mas voltaram a operar em alta após o anúncio da retomada do provável retomada do estudo na semana que vem.

*Com informações da Agência de Notícias Sputnik*

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE