quarta-feira, 16 de junho de 2021

‘Variante da Covid-19 detectada na África do Sul não é mais mortal que outras’, garante OMS

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 1

Variante Covid África do Sul OMS

A OMS concluiu que não existem evidências de que a variante do novo coronavírus detectada pela primeira vez na África do Sul seja mais mortal do que as outras.

Além disso, segundo a OMS, não há indícios de que ela cause um número maior de casos graves da doença ou seja mais difícil de diagnosticar.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 2

A diretora da Unidade Técnica contra a Covid-19 da OMS Maria Van Kerkhove explicou em entrevista coletiva realizada nesta quinta-feira (18) que foi identificado apenas um aumento na capacidade de contágio.

A conclusão da OMS é que a variante sul-africana, que já está presente em 50 países, pode ser controlada com as “medidas de saúde públicas corretas”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 3

Os estudos realizados pela OMS também concluíram que a variante do coronavírus detectada inicialmente na África do Sul possui uma resistência maior às vacinas desenvolvidas pelas farmacêuticas AstraZeneca, Novavax e Johnson & Johnson.

Também na quinta-feira, 18, a revista científica New England Journal of Medicine publicou um relatório afirmando que a vacina contra a Covid-19 da Pfizer–BioNTech produz uma reação menor à essa nova cepa, apesar de ainda ser suficiente para neutralizar o vírus.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 4

As amostras de sangue utilizadas nos testes produziram cerca de dois terços menos atividade de anticorpos neutralizadores do que a que ocorre com o Sars-CoV-2 original, mas essa reação ainda assim foi suficiente para neutralizar a infecção, de acordo com o artigo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 5
Gazeta Brasil
Gazeta Brasilhttps://www.gazetabrasil.com.br
A Gazeta Brasil é um jornal brasileiro diário editado na cidade de São Paulo. Publica textos, fotos, vídeos no formato digital. Faz parte do grupo AZComm Comunicação e Eventos.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Últimos artigos