domingo, 18 de abril de 2021

Covid-19 mata mais de um jornalista por dia na América Latina, afirma ONG

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 1

A pandemia da covid-19, mata mais de um jornalista por dia, é o que aponta uma pesquisa feita pela ONG Suíça Press Emblem Campaign (PEC).

Com sede na Suíça, a entidade contabilizou até 16 de março 908 mortes de jornalistas pelo coronavírus em 70 países. Destas, 505 ocorreram em 18 países da América Latina. Ou seja, 55% do total. Desde o registro da primeira morte, a região tem uma média diária de 1,44 morte de jornalista. Só nas últimas duas semanas, foram somadas 21 mortes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 2

O levantamento dos casos é feito com base nas informações publicadas pela imprensa, buscas na internet, organizações nacionais de jornalistas e monitoramentos feitos por sindicatos. Ou seja, os números podem estar defasados.

Entre os países que encabeçam o ranking de mortes estão Peru, com 135, Brasil, com 113 e México com 89. Equador, com 42. e Colômbia, com 38, fazem parte do top 10 global.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 3

A primeira morte registrada de jornalista da América Latina ocorreu em 28 de março de 2020. Lauro Freitas Filho tinha 61 anos e era editor-chefe do Monitor Mercantil, onde trabalhava desde 1988. Quatro dias depois, foi a vez do peruano Ricardo Gutiérrez Aparicio, integrante do Colegio de Periodistas de Lima.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 4

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 5
Gazeta Brasil
Gazeta Brasilhttps://www.gazetabrasil.com.br
A Gazeta Brasil é um jornal brasileiro diário editado na cidade de São Paulo. Publica textos, fotos, vídeos no formato digital. Faz parte do grupo AZComm Comunicação e Eventos.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Últimos artigos