CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Após a declaração do governador do Rio, Wilson Witzel, sobre seu afastamento alegando que foi por “uso político”. O procurador da República Eduardo El Hage rebateu a fala afirmando que a ação contra o político não teve motivação política. “A ação de hoje não tem qualquer motivação política, a peça está muito robusta. Não tem qualquer viés político, como tenta desviar o governador”,  a fala foi dada durante uma entrevista coletiva nesta sexta-feira (28).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na manhã de hoje, o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Benedito Gonçalves decretou o afastamento de Witzel do cargo por 180 por denúncias de corrupção durante a pandemia de Covid-19.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE