A Polícia Civil de Araçatuba e o Ministério Público de São Paulo (MP-SP) realizam na manhã desta terça-feira (29), uma operação contra desvio de dinheiro público da área da saúde no estado de SP. Ao todo, são cerca de 260 mandados de busca e apreensão e 57 mandados de prisão temporária.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na capital, são cerca de 40 mandados de busca e apreensão em escritórios de advocacia, hospitais e ambulatórios médicos na Grande São Paulo. Há alvos de busca em salas da Câmara Municipal de São Paulo e da secretaria estadual de Saúde de Doria.

Segundo os investigadores, o esquema envolve uma Organização Social (OS) que administra hospitais e clínicas em várias cidades do país.

Os donos são suspeitos de pagar propina a agentes públicos para conseguir os contratos que, em geral, são superfaturados.