quarta-feira, 28 de outubro de 2020

Empresa quer infectar pacientes com coronavírus para testar vacina

Testes de desafio humano de possíveis vacinas contra covid-19, nos quais os voluntários são infectados deliberadamente com o vírus, podem se tornar uma realidade agora que uma empresa de biotecnologia britânica disse estar em negociações avançadas com o governo para criar e fornecer linhagens do vírus.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O trabalho preliminar dos testes, que almejam acelerar o processo que determina a eficiência de uma candidata a vacina, está sendo realizado pela hVIVO, uma unidade do grupo de serviços farmacêuticos Open Orphan, disse a empresa.

“Estamos conversando com várias partes, incluindo o governo do Reino Unido, a respeito de um teste de desafio de covid-19, e assim que um destes contratos for assinado, faremos um anúncio”, disse o presidente-executivo da Open Orphan, Cathal Friel.

Um acordo envolveria criar um modelo de estudo de desafio humano que pudesse ser usado caso tais testes obtenham aprovação ética e de segurança de agências reguladoras.

O Departamento de Negócios, Energia e Estratégia Industrial do governo britânico não estava disponível de imediato para comentar.

Apoiadores de testes de desafio humano dizem que eles são uma boa maneira de encurtar o processo muitas vezes demorado de testes de vacinas em potencial em dezenas de milhares de voluntários no mundo real que levam vidas normais e são monitorados para se saber se contraíram a doença ou estão protegidos dela.

Como funciona

Nestes testes de controle rígido, os voluntários recebem uma vacina e, cerca de um mês depois, são contaminados propositalmente com a doença em condições controladas.

Depois, eles são isolados em uma instalação de quarentena e monitorados para se descobrir se adoecem ou se a vacina os imunizou.

Já os críticos dizem que infectar deliberadamente uma pessoa com uma doença possivelmente fatal para a qual ainda não existe tratamento eficaz é antiético.

No mês passado, as desenvolvedoras de vacina de ponta AstraZeneca, Sanofi, BioNTech, Moderna e Inovio disseram que suas respectivas candidatas a vacina não estão envolvidas no programa.

*Reuters

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Gazeta Brasil
Gazeta Brasilhttps://www.gazetabrasil.com.br
A Gazeta Brasil é um jornal brasileiro diário editado na cidade de São Paulo. Publica textos, fotos, vídeos no formato digital. Faz parte do grupo AZComm Comunicação e Eventos.

Últimos artigos

Site da campanha de Trump sofre ataque de hackers

Hackers invadiram o site da campanha do presidente Donald Trump nesta terça-feira (27), a uma semana das eleições americanas. Não houve vazamento de dados...

57% dos brasileiros aprovam atuação do Governo Bolsonaro no combate à pandemia, diz pesquisa CNT

De acordo com o , 57,1% houve um aumento na avaliação positiva do governo federal na comparação com o mesmo levantamento realizado em maio. Antes...

STF abre licitação de até R$ 4 milhões para contratar garçons e copeiros para ministros

O Supremo Tribunal Federal (STF) planeja gastar até R$ 4 milhões ao ano na contratação de 41 garçons e copeiros para servir aos 11...

Jornalista Romano dos Anjos é encontrado vivo após sequestro em Roraima

O jornalista Romano dos Anjos, de 40 anos, que havia sido sequestrado na própria casa, foi encontrado vivo na região do Bom Intento, zona...

Contra aborto, Bolsonaro estabelece em diretriz o direito à vida desde a concepção

Foi publicada nesta terça-feira (27) uma diretriz que estabelece a defesa da vida "desde a concepção" e dos "direitos do nascituro" pelo Governo Bolsonaro...