sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021

Farmacêuticas propõem que governo crie fundo para bancar ações judiciais caso vacinas contra Covid-19 tenham reações adversas

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 1

Farmacêuticas governo reações adversas

Laboratórios farmacêuticos têm sugerido ao Governo Federal a criação de um fundo para bancar custos com eventuais ações judiciais decorrentes de reações adversas das vacinas contra a Covid-19. A informação é da CNN Brasil.

De acordo com o jornal, em cláusulas nos contratos com o governo brasileiro, as farmacêuticas pretendem também deixar “claro” que não conhecem todos os riscos a longo prazo das vacinas e que não serão responsáveis por reações adversas das mesmas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 2

Há uma preocupação tanto das empresas quanto do Palácio do Planalto com possíveis questionamentos judiciais por parte da população que tomar a vacina e tiver alguma reação.

A ideia do Planalto, segundo o jornal, é fazer uma “comunicação clara” sobre a vacinação, expondo à população tudo o que se sabe e não se sabe em relação aos riscos e reações adversas dos imunizantes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 3

Porém, o Governo Federal é reticente à criação de um fundo, de acordo com a CNN.

Auxiliares de Bolsonaro ponderam que isso demandaria a aprovação de uma PEC pelo Congresso e recursos da União em meio a um cenário fiscal ruim.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 5
Gazeta Brasil
Gazeta Brasilhttps://www.gazetabrasil.com.br
A Gazeta Brasil é um jornal brasileiro diário editado na cidade de São Paulo. Publica textos, fotos, vídeos no formato digital. Faz parte do grupo AZComm Comunicação e Eventos.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Últimos artigos