Divulgação

A farmacêutica americana Moderna anunciou neste domingo que começará nesta segunda-feira (27), a terceira fase de testes da vacina experimental contra a Covid-19, que deve durar até outubro, e que conseguiu dobrar o financiamento governamental do projeto para US$ 955 milhões.

Em comunicado, a empresa afirmou que modificou o contrato com a Autoridade de Pesquisa e Desenvolvimento Avançado de Biomedicina (BARDA, na sigla em inglês) para ampliar em US$ 472 milhões a quantia inicial destinada ao desenvolvimento da vacina mRNA-1273, que entra agora em estágio avançado.

O teste será realizado em dois grupos. Um receberá uma dose de 100 miligramas da vacina no primeiro dia e mais uma dose 29 dias depois. O outro grupo será tratado com placebos. A ideia agora é provar se a vacina é segura e capaz de prevenir a infecção pela covid-19 – e evitar que as pessoas desenvolvam os sintomas graves.

Os resultados da fase 2 das pesquisas, divulgados no começo de julho, foram positivos. A vacina gerou respostas imunes nos voluntários.