Foto: reprodução

O presidente Jair Bolsonaro disse na noite desta quinta-feira (02), que tem “pronto na mesa” um decreto para “considerar essencial toda atividade exercida pelo homem ou mulher que seja indispensável para levar o pão de cada dia pra casa”.

Porém, Bolsonaro disse que se sente ameaçado por “todos os lados” por defender o direito do brasileiro de voltar ao trabalho.

“Sei que tem ameaça até de buscar meu afastamento sem amparo legal pra isso”, disse o presidente em entrevista ao programa do jornalista Augusto Nunes na rádio Jovem Pan.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram