O presidente Jair Bolsonaro nomeou o professor Carlos André Bulhões Mendes como reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). A decisão foi em decreto publicado no Diário Oficial da União desta quarta-feira (16).

Bulhões, que atua na Ufrgs, deverá tomar posse no cargo em 21 de setembro e integrava a lista de candidatos a reitor da Ufrgs que foi enviada ao presidente Jair Bolsonaro.

A decisão de Bolsonaro é considerada polêmica porque, tradicionalmente, o vencedor da consulta é o nomeado — neste caso, seria o atual reitor, Rui Oppermann. Bulhões foi o terceiro colocado na lista.

Natural de Alagoas, Carlos Bulhões mora há 30 anos em Porto Alegre. Ele possui graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Alagoas, mestrado em Engenharia de Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, MBA em Gerenciamento de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas, Engenheiro de Segurança no trabalho pela UFRGS e doutorado em Planejamento de Recursos Hídricos – University of Bristol, Inglaterra (1994), além de Pós-doutorado em Planejamento Ambiental na University of Califórnia, Davis, EUA (2002/2003).