Foto: reprodução

Ouça essa matéria na integra

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na manhã desta quinta-feira (06), em resposta à Doria, que sua posição sobre o preço de combustíveis não é “populismo”, mas sim “vergonha na cara”.

“Chega de esse povo sofrer. Isso não é demagogia. Dois governadores que estão me criticando, isso não é populismo, é vergonha na cara. Ou você acha que o povo está numa boa?”, indagou.

E continuou:

“Está todo mundo feliz da vida com o preço do gás, com o preço da gasolina, com o preço do transporte?”.