O presidente Jair Bolsonaro usou as redes sociais nesta terça-feira (29) para explicar suas ações no combate à pandemia do coronavírus e rebater críticas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De acordo com o chefe do Executivo, adversários e parte da imprensa rotulam suas ações como intuito eleitoral.

“Se nada faço, sou omisso. Se faço, estou pensando em 2022. Na verdade, estou pensando é em 2021, pois temos milhões de brasileiros que perderam seus empregos ou rendas e deixarão de receber o auxílio emergencial a partir de janeiro/2021”, escreveu.