Foto: Adriano Machado/Reuters

Ouça essa matéria na integra

Jair Bolsonaro disse, durante entrevista nessa quarta-feira (09), que só quer que o PSL “funcione” e que “não quer esvaziar o partido”. O presidente também se mostrou disposto a resolver a confusão com  Luciano Bivar.

Na manhã desta quarta, Bivar disse que Bolsonaro já estava afastado do PSL.

Segundo o presidente da República, suas críticas refletem de uma insatisfação de outros integrantes do partido.

“Não integro a Executiva, só estou filiado ao partido, mais nada. Essas são as reclamações. Eu não quero esvaziar o partido. Quero que funcione.”, comentou.

“O PSL caiu do céu para muita gente, inclusive para o Bivar. O que faço é uma reclamação do bem. O partido tem que funcionar, tem que ter a verba distribuída, buscar solucionar os problemas nos diretórios. Todo partido tem problema. O presidente, o tesoureiro, eles têm que solucionar isso”, finalizou Bolsonaro.