Foto: reprodulção

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (30), que o governo tem estudos que mostram que o Brasil chegou ao “limite” com as medidas restritivas impostos pelos governadores, que determinaram o fechamento do comércio e o isolamento.

“A gente tem levantamentos nossos, podem não ser os mais precisos, que mostram que a gente já chegou no limite. Eu peço a Deus que eu esteja errado no que estou falando, mas não vou furtar da minha responsabilidade em troca de ser bem tratado por vocês”, disse Bolsonaro ao na saída do Palácio da Alvorada.

Ele também comentou sua visita à trabalhadores do Distrito Federal, que fez ontem (29):

“Fui ontem a Ceilândia e Taguatinga. Não fui passear não. Imprensa que não tem caráter não podia agir de outra maneira. Eu fui ver o povo. Vocês [jornalistas] estão todos amontoados aqui também. Vocês estão aqui para levar a informação, pelo menos a imprensa sadia, mas também, se não vierem trabalhar, não tem salário”.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram