Foto: reprodução

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta quarta-feira (01), um decreto que zera o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), cobrado nas operações de crédito, por três meses.

A medida havia sido anunciada ontem pelo secretário da Receita, José Barroso Tostes Neto.

Ele explicou que a desonerações do IOF reduzirá “ainda mais os custos das operações”.

A medida terá custo de R$ 7 bilhões para os cofres públicos.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram